Rio de Janeiro e São Paulo ficaram mais caras para se viver, diz estudo

0
69
22/02/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil Jóquei Clube Brasileiro no Rio de Janeiro, vista do Cristo Redentor Foto: Fotojump

Rio de Janeiro e São Paulo foram as cidades que mais subiram no ranking das cidades mais caras para se viver. As duas capitais brasileiras ganharam, respectivamente, 27 e 29 posições, passando para o 86º e 76º lugares, entre 132 cidades, de acordo com o relatório ‘Custo de Vida no Mundo’ 2017, divulgado nesta terça-feira (21).

O ranking é elaborado pela Economist Intelligence Unit (EIU), instituição independente de pesquisa e análise, ligada à revista britânica The Economist. O custo de vida nas cidades é medido com base em uma série de fatores, como moradia e alimentação. Segundo o levantamento, uma combinação de fatores, como as flutuações de preços, a alta da inflação e valorização do real, tornou Rio de Janeiro e São Paulo mais caros para se viver.

Cingapura permaneceu na liderança do ranking pelo quarto ano consecutivo como a cidade mais cara para se viver, seguida por Hong Kong (China), Zurique (Suíça), Tóquio (Japão), Osaka (Japão), Seul (Coreia do Sul), Genebra (Suíça), Paris (França), Nova York (Estados Unidos) e Copenhague (Dinamarca).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui