O Outro Lado do Paraíso: grávida, Clara é espancada e leva cadeirada de Gael

0
505
Rede Globo/ Reprodução

Clara será espancada novamente pelo marido

Grávida, Clara (Bianca Bin) vai ser mais uma vez espancada por Gael (Sergio Guizé) na novela “O Outro Lado do Paraíso“. O agressor já estuprou a esposa após após a cerimônia de casamento e, desta vez, quebrará uma cadeira nela, deixando-a desacordada. Nas cenas previstas para irem ao ar dia 8 de novembro, ele terá uma nova crise de ciúmes ao ver Renato (Rafael Cardoso) saindo de sua casa de carro.

Renato vai até a casa de Clara sem avisar e insiste para que ela denuncie Gael e peça o divórcio, mas a mocinha defende o marido. Ao sair do local, no entanto, o médico será  flagrado por Gael, que já entra em casa alterado.

Amedrontada, Clara responde aos seus questionamentos afirmando que um grupo da escola esteve em sua casa para realizarem uma tarefa da aula.

“A Raquel (Erika Januza) veio aqui, já sabe. Fiz o trabalho de grupo da escola. A Marilene, a Raissa, a Thelma tiveram aqui. Tem um rapaz no grupo também, Denis”, diz.

A história, porém, não é bem recebida por Gael:

“Mulher casada não traz homem pra dentro de casa. Tá acabado, você não estuda mais. Não vai mais estudar. Errou, Clara. Errou”, afirma Gael, insistindo: “Veio mais alguém aqui em casa?”

Clara nega ter recebido qualquer outra visita, além dos colegas de escola, mas o marido lhe dá um tapa:

“Mentira! Eu vi o Renato saindo daqui. Vi”.

A jovem afirma ter mentido por medo do que poderia lhe acontecer e implora para que o marido não a agrida novamente.

“Medo, é? Se teve medo é porque tem culpa”, grita o agressor que sacode a mulher enquanto ela continua a suplicar implorar para não apanhar novamente.

“Ele entrou nesta sala, não foi? Que mais? Esperou teu marido sair pra trazer homem pra dentro de casa. Vagabunda! Diz! O que você tem com o Renato?”, esbraveja.

“Não tenho nada. Nunca tive. Nada. Para, Gael! Tá me machucando. Para, para”, implora a a mocinha que, muito enjoada, ainda não sabe que está grávida e acredita ter algum problema estomacal.

Descontrolado, Gael bate em Clara e a puxa pelos cabelos, enquanto grita para que ela dê permissão para a exploração da mina de pedras preciosas.

“É pra aprender. Toma. Aprende. Obedece. Tem que me obedecer, Clara. Assina aquele papel. Assina. O das esmeraldas. Assina. Minha vida tá um tormento por causa desse papel. Minha mãe não larga do meu pé. Você me faz de frouxo. Marido frouxo que deixa a mulher receber homem em casa. Assina”, berra o agressor.

Clara continua a se negar a autorizar o garimpo e Gael, ainda mais fora de si, arremessa uma cadeira em suas pernas, a fazendo sangrar. Ao ver que deixou Clara praticamente desmaiada, ele se mostra arrependido e se prontifica a socorrê-la.

“Sangue. Sangue, Clara. Eu não queria fazer isso. Clara, eu te amo. Eu prometo não fazer mais. Te amo. Não conta nada do que eu fiz. Tudo que eu fiz foi por amor”, ele diz, a carregando no colo para levá-la ao hospital.

Na emergência, ela pede para que Renato a ajude a denunciar o marido, mas volta atrás na decisão ao descobrir que está esperando seu primeiro filho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui