Acusado de racismo, William Waack é afastado do Jornal da Globo – Assista ao vídeo!

0
714
Rede Globo/ Reprodução

Circula na internet vídeo em que jornalista faz comentários racistas, fora do ar, durante cobertura das eleições americanas

A direção da TV Globo afastou o apresentador William Waack de suas funções no “Jornal da Globo” depois que um vídeo passou a circular na internet. Na gravação, o jornalista, antes de ir ao ar ao vivo na cobertura das eleições norte-americanas de 2016, faz comentários de cunho racista, após uma pessoa tocar uma buzina na rua em frente à Casa Branca, nos Estados Unidos, que servia de cenário para a transmissão.

No vídeo, Waack reclama: “Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar porque eu sei quem é”. Logo em seguida, o apresentador olha para o entrevistado – Paulo Sotero, diretor do Brazil Institute – e complementa, em tom baixo: “É preto. É coisa de preto”.

Em comunicado, a Globo declara que “é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante”. Ainda na nota, a emissora informa que Waack teria dito que não se lembrava do que disse, “já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação”. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui