in , ,

Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral é condenado a 45 anos de prisão

Sérgio Cabral e o atual governador, Pezão. Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil

Sérgio Cabral foi condenado por crimes investigados na Operação Calicute

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado nesta quarta-feira (20/09) por crimes investigados pela Operação Calicute, um dos desdobramentos da Lava Jato. Cabral foi condenado a 45 anos e 2 meses de reclusão, além de multa, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertencimento a organização criminosa.

Segundo denúncia, o esquema desviava verbas do contratos do governo do Rio com empreiteiras. Além de Cabral, a sentença também condena outras 11 pessoas por participação no esquema. A esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, foi sentenciada a 18 anos e 3 meses de prisão. Cabral já está preso desde novembro, permanecendo em Benfica, no presídio onde ficava o antigo Batalhão Especial Prisional (BEP). Já Adriana Ancelmo, que foi condenada pela primeira vez nesta quarta, cumpre prisão domiciliar em seu apartamento no Leblon.

Na sentença Cabral é descrito como “idealizador do gigante esquema criminoso institucionalizado no âmbito do Governo do Estado do Rio de Janeiro, era o chefe da organização, cabendo-lhe essencialmente solicitar propina às empreiteiras que desejavam contratar com o Estado do Rio de Janeiro, em especial a Andrade Gutierrez, e dirigir os demais membros da organização no sentido de promover a lavagem do dinheiro ilícito”.

Confira, abaixo, todos os condenados na sentença:

Sergio Cabral: 45 anos e dois meses de prisão mais multa.
Wilson Carlos: 34 anos de prisão mais multa.
Hudson Braga: 27 anos de prisão mais multa.
Carlos Miranda: 25 anos de prisão mais multa.
Luiz Carlos Bezerra: 6 anos e 6 meses de prisão mais multa.
Wagner Jordão Garcia: 12 anos e 2 meses de prisão mais multa.
Adriana Ancelmo: 18 anos e 3 meses de prisão mais multa.
Paulo Fernando Magalhães Pinto Gonçalves: 9 anos e 4 meses de prisão mais multa.
Luiz Paulo Reis: 5 anos e 10 meses de prisão mais multa.
Carlos Jardim Borges: 5 anos e 3 meses de prisão mais multa.
Luiz Alexandre Igayara: 6 anos de prisão mais multa.

Segunda condenação de Cabral

Esta é a segunda condenação de Cabral. Ele também foi condenado a 14 anos e dois meses por corrupção e lavagem de dinheiro pelo juiz Sérgio Moro – responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. Na ocasião, a Justiça considerou que ele recebeu propina das empresas Andrade Gutierrez, Odebrecht e Queiroz Galvão. Segundo a Procuradoria, a verba foi desviada do contrato de terraplanagem nas obras do Comperj.

Netflix divulga trailer de Justiceiro, ao som de Metallica – Assista!

Equipes de resgate localizam menina com vida sob escombros de escola, 2 dias após terremoto