in , ,

‘Eu só assinava’, alega Governador Pezão sobre obras de Cabral sob suspeita

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Obras do PAC das Favelas e Maracanã são investigadas por suspeita de terem sido contratadas mediante pagamento de propina

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), declarou à Justiça nesta segunda-feira (02/10) que “só assinava” os editais de licitação das obras do PAC das Favelas e Maracanã. Elas são investigadas em processos na 7.ª Vara Federal Criminal do Rio por suspeita de terem sido contratadas mediante pagamento de propina. Pezão foi secretário de Obras do ex-governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) no período sob investigação.

Pezão depôs como testemunha de defesa de Cabral. O atual governador negou saber da existência, nos editais de licitação para obras do PAC das Favelas, de cláusulas escritas para restringir a participação de empresas que não tivessem feito acertos financeiros com o governo. Também negou saber que um mesmo documento, com firma reconhecida, teria sido compartilhado entre empresas para possível cartelização das obras.

“Isso ficava subordinado ao Hudson Braga [subsecretário de Obras, hoje preso]”, afirmou  Pezão. “Era ele que fazia essas licitações, eu só assinava no final. Não participava dessa cartelização, da escolha ou qualquer outra reclamação. Eu só via o edital e dava publicidade a nível nacional”, alegou.

Ao ser perguntado se não se preocupava em conferir os documentos, Pezão afirmou que tinha total confiança em seus subordinados.

 

Madonna posta vídeo das filhas cantando “Olha a Explosão” do MC Kevinho – Assista!

Descubra o que é Melasma, a doença de pele que Cleo Pires tem