in

A inusitada vingança da atriz Carrie Fisher contra produtor assediador

Lucas Films/Divulgação

A princesa Leia, da saga Star Wars, se vingou de um produtor que assedou uma amiga

Como a Princesa Leia de Star Wars, Carrie Fisher deu fim a seu sequestrador e abusador, Jabba. Na vida real, parece que a atriz, que faleceu no ano passado, também não tinha medo de predadores sexuais.

Ao comentar as diversas acusações de assedio e estupro contra o poderoso produtor de Holywood Harvey Weinstein, em uma rádio do Arizona, EUA, a escritora e roteirista Heather Ross resolveu compartilhar uma história que ocorreu com ela própria.

Ross contou que foi se encontrar com um produtor – ela não preferiu não apontar o nome do assediador:

“Eu nunca pensei que aconteceria comigo, sou acima do peso e nunca quis ser atriz. Quando eu entrei no carro dele, ele se jogou em cima de mim. Aconteceu tão rápido que eu fiquei com vergonha de mim mesma”, disse. “Pensei que tinha feito algo errado, que só por ter ido me encontrar com ele havia sinalizado que era pra isso acontecer”, continuou.

Ela então contou o ocorrido para Carrie Fisher, que ficou furiosa.

“Ela mandou uma língua de boi em uma daquelas embalagens com laço branco da Tiffany para o estúdio em que o produtor trabalhava”, falou. “Além da língua ela mandou um bilhete escrito: ‘Se você encostar na minha querida Heather ou em qualquer outra mulher novamente, a próxima entrega vai ter uma parte sua, em uma embalagem muito menor”, contou a escritora, rindo.

“A Carrie era desse jeito. Sinto muito falta dela, ela sempre defendia os oprimidos e não tinha medo de falar verdades na cara dos outros”, finalizou.

Dois homens são torturados após suspeita de envolvimento em morte de crianças

Cerca de 300 pessoas morreram no pior ataque terrorista na Somália – Vídeos mostram a destruição