in

Vereador ameaça prender Pabllo Vittar, caso a drag queen apareça em sua cidade

Instagram/ Reprodução

Vereador acreditou em noticia falsa e ficou furioso

Um vereador de Ponta Grossa, no Paraná, que também é pastor evangélico, afirmou que se encontrar a cantora drag queen Pabllo Vittar nas ruas da cidade irá prendê-la. Tudo por causa da uma notícia falsa que circulou nas redes sociais – e foi desmentida – de que Pabllo e o deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) circulariam por escolas do país para ensinar sobre diversidade sexual.

O gancho foi a participação de Pabllo Vittar em um festival em Ponta Grossa, chamado Munchen Fest. O vereador Ezequiel Bueno foi à tribuna reclamar da participação da cantora e dizer que faria requerimentos à Prefeitura para excluir a artista da festividade:

“Se (Pablo) inventar de ir para a rua e escolas, eu vou lá e vou prender, nem que depois seja preso por abuso autoridade”, afirmou o parlamentar. Ele acrescentou que de maneira alguma iria deixar “uma pessoa dessas” entrar nas escolas e ensinar diversidade sexual para as crianças.

Sobre o show, Ezequiel Bueno disse que falaria com o próprio prefeito de Ponta Grossa para que, se houver algum recurso público no evento, a presença de Pabllo Vittar seja cancelada. Segundo ele, a cidade não pode receber a artista por ser “família” e conservadora.

Loja do McDonald’s é condenada a indenizar funcionária em R$ 30 mil por obrigá-la a ficar nua diante de colegas

Homem mata namorada com furadeira e diz ter “perdido o controle” por causa de mensagens no WhatsApp