in

Após declaração de independência, Senado espanhol aprova intervenção na Catalunha

Twitter/ Reprodução

Medida tem como objetivo barrar o processo de separação

O Senado espanhol aprovou nesta sexta-feira (27/10) a aplicação do artigo 155 da Constituição, que dispõe sobre a intervenção em uma região autônoma do país. Foram 214 votos a favor e 47 contra. A decisão ocorreu logo após o Parlamento regional da Catalunha aprovar o início do processo de independência da região.

A intervenção foi pedida no dia 21 pelo primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, após o presidente regional catalão, Carles Puigdemont, declarar a independência da região no dia 10/10 e, na sequência, suspender seus efeitos para negociar com Madri.

O artigo 155 é a ferramenta mais extrema disponível ao governo espanhol para intervir em uma região autônoma e, no caso, barrar o processo de independência da Catalunha. A medida determina: o afastamento do presidente regional e todo o seu governo; limita as funções do Parlamento catalão; obriga a convocação de novas eleições regionais em até seis meses; e intervém na polícia no local. A expectativa é que o Conselho de Ministros da Espanha se reúna ainda nesta sexta para destituir o presidente regional e intervir no Parlamento catalão.

 

Casa prometida por Rodrigo Faro a menina vítima de enchente não foi entregue – Família está cobrando!

Apple revela preços de novos iPhones no Brasil