in ,

Número de mortos em terremoto na fronteira entre Irã e Iraque já passa de 450 – Número ainda pode aumentar

Foto: Shwan Mohammed / AFP Photo

Televisão estatal informou que 452 pessoas morreram no terremoto, mas autoridades creem que número de vítimas ainda deve subir.

Mais de 450 pessoas morreram no Irã em consequência de um terremoto de magnitude 7,3 que atingiu o país no domingo (12/11). A informação é da mídia estatal do país, divulgada nesta terça-feira (14/11).

A televisão estatal iraniana disse que 452 pessoas morreram após o tremor e cerca dee 6.600 ficaram feridas. Autoridades locais estimam que o número de vítimas fatais aumentará à medida que as equipes de busca e resgate chegarem a áreas mais remotas do país. Entre os mortos estão oito iraquianos, os demais são iranianos.

Mais de 300 vítimas no Iraque

O terremoto foi sentido em várias províncias do oeste iraniano, sendo a mais atingida Kermanshah, que anunciou três dias de luto. Mais de 300 das vítimas estavam no condado de Sarpol-e Zahab, em Kermanshah, situado a cerca de 15 km da fronteira com o Iraque. O país não divulgou o número exato de mortos e feridos.

A TV estatal iraniana disse que o tremor causou grandes danos em alguns vilarejos com casas feitas de tijolo de barro. Agentes de resgate seguem trabalhando para encontrar sobreviventes sob edifícios desmoronados.

O sismo também desencadeou deslizamentos de terra que atrapalham os esforços de resgate, disseram autoridades à TV oficial. Cerca de 14 províncias do Irã foram afetadas, segundo a mídia do país.

Criminosos incendeiam veículos em ataque a carro-forte

Solidariedade: terreiro de Candomblé será reconstruído com doação de igreja luterana