in

Após doping, Guerrero, atacante do Flamengo e da seleção do Peru, é suspenso por um ano e pode ficar de fora da Copa

Twitter/ Reprodução

O jogador Paolo Guerreiro pode desfalcar a seleção do Peru

O atacante Paolo Guerrero foi condenado a um ano de suspensão por doping para uso de benzoilecgonina, um metabólito da cocaína e da folha de coca. O veredito da Fifa foi anunciado nesta sexta-feira (08/12), referente a julgamento que aconteceu no dia 30 de novembro, em Zurique, na Suíça. O teste positivo foi realizado após o confronto da sua seleção contra a Argentina, pela Eliminatórias da Copa, em outubro.

Esse é o resultado do julgamento em primeira instância. A defesa do jogador vai recorrer à Comissão de Apelação, na Fifa, para que não perca a disputa da Copa do Mundo, que começa no dia 14 de junho, na Rússia. Ele também pode não jogar mais pelo Flamengo, já que seu atual contrato termina em agosto.

A benzoilecgonina está na lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (Wada), e a punição para quem a apresenta em exame de urina é de 4 anos de suspensão. Mas, a defesa do atleta conseguiu provar que ele não consumiu cocaína e sim um chá com folha de coca, sem o seu conhecimento, enquanto esteve concentrado com a seleção de seu país, no Peru. Por isso, conseguiu diminuição da pena.

 

Brasil dobra número de presos em 11 anos, diz levantamento – 40% não foram julgados

Fuzil em miniatura vira souvenir no Rio de Janeiro