in , , ,

Flamenguistas soltam fogos e entram em confronto com argentinos em Copacabana e Barra da Tijuca – Veja as imagens!

Twitter/ Reprodução

A torcida do Rubro-Negro tumultuou a frente do hotel onde está hospedado o Idependiente

Em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na madrugada desta quarta-feira (13/12), houve tumulto provocado por torcedores do Flamengo. Para controlar a confusão, foi necessário um grande efetivo da Guarda Municipal e da Polícia Militar, que precisou usar bombas de efeito moral para tentar dispersar a aglomeração de rubro-negros que estava no local. Houve confusão e correria em trechos da Avenida Atlântica, especialmente próximo ao Hotel Hilton, onde, segundo torcedores, estariam hospedados membros da delegação do Independiente, adversário argentino que disputa a final da Copa Sul-Americana, que ocorre hoje.

Já no início desta madrugada, além de bradarem provocações aos adversários e cantarem músicas sobre o time, torcedores atiraram fogos de artifícios e rojões para o alto e em direção ao hotel, localizado na Avenida Princesa Isabel. Os artefatos eram acionados em outros pontos do bairro, de forma quase simultânea.

Posteriormente, houve uma aglomeração em frente ao hotel e, na ocasião, guardas e PMs já estavam posicionados para contornar a situação. O clima ficou tenso no local e os policiais utilizaram bombas de gás para dispersar o grupo.

Cerca de 15 jovens foram detidos pelas forças de segurança naquele ponto do bairro. Segundo os PMs, eles dispararam os artefatos contra o hotel e também contra as equipes policiais. O grupo foi levado para a 12ª DP, em Copacabana. Por volta das 4h30m, cerca de 40 pessoas já haviam sido encaminhadas para a delegacia pelos PMs e pelos guardas municipais.

Mais cedo, de acordo com policiais militares que participaram da ação em Copacabana, um PM ficou ferido durante um embate entre torcedores do Flamengo e do time argentino. O ferimento não teria sido por tiro, mas proveniente de algum objeto atirado, no embate que aconteceu na esquina Rua Constante Ramos com a Avenida Atlântica. O policial ferido foi socorrido e levado para o Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, também na Zona Sul. Não há, porém, informações sobre o seu estado de saúde.

Tumulto na Barra da Tijuca

Horas antes da confusão em Copacabana, o clima esquentou em frente ao hotel onde a delegação do Independiente se concentrava, na Barra da Tijuca. Torcedores argentinos entraram em confronto com flamenguistas.

A polícia precisou ser acionada para tentar controlar o tumulto no local. No tumulto, rubro-negros lançaram morteiros contra a fachada do hotel e seus seguranças. Torcedores do Independiente também dispararam fogos contra os rivais e houve pancadaria no local.

Rubro-negros acusam torcida argentina de racismo

Após a derrota do Flamengo por 2 a 1 no jogo de ida, um vídeo gravado no estádio Libertadores da América mostrou um argentino fazendo gestos como se estivesse imitando um macaco, hostilizando os visitantes em Buenos Aires. No dia seguinte, a diretoria do Independiente divulgou uma nota se desculpando e criticando o episódio. Porém, na internet as ofensas racistas por parte de alguns dos torcedores argentinos continuam:

Fla e Indepediente decidem a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã. O Rubro-Negro precisa de vitória por dois gols de diferença para levar o título no tempo normal.

Em O Outro Lado do Paraíso, Amaro se arrepende de beijar Estela

Revolta! Papai Noel é alvo de pedradas de crianças ao ficar sem doces