in

Professor de dança quebra recorde após dançar com 358 mulheres, mas acaba em hospital

Divulgação/RankBrasil

Professor dançou sem parar durante 16 horas e quebrou recorde brasileiro

Um professor precisou ser levado ao hospital após bater o recorde brasileiro de maior tempo dançando sem parar, com o maior número de parceiras diferentes. O feito aconteceu no último fim de semana em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ao encerrar o desafio, o dançarino agradeceu as 358 parceiras de dança que o ajudaram a virar recordista brasileiro, e disse que fez tudo isso para mostrar que qualquer um pode entrar para a dança de salão.

Quando adolescente, Anderson Cristiano Fernandes sentia dificuldades para se relacionar com as pessoas e, por isso, tinha baixa autoestima. As aulas de dança de salão em uma pequena escola de bairro transformaram sua vida:

“As pessoas começaram a me tratar bem. Eu nunca tinha dançado, fui aprendendo. As pessoas mudaram a relação comigo, entravam tristes e saíam felizes. Vi que aquilo era bacana, me fazia bem”, conta ele.

Anderson fez cursos com grandes nomes da dança de salão, como Jaime Arôxa e Carlinhos de Jesus. Ele se formou em Educação Física e abriu uma escola de dança. Agora, aos 35 anos, resolveu enfrentar um desafio diferente na carreira. Anderson queria bater um recorde brasileiro de dança de salão.

O desafio foi marcado para o último sábado (09/12), em um restaurante localizado no Portinho, uma área de lazer em Praia Grande. Anderson dançou durante 16 horas seguidas, com 358 mulheres diferentes, com idades entre 18 e 90 anos. A cada minutos e meio, ele mudava de parceira.

A equipe de apoio fez uma lista das mulheres participantes. Eram alunas de Anderson, frequentadoras das unidades do Conviver e até do Portinho, que estavam no local a passeio e aceitaram fazer parte do desafio. Durante as danças, Anderson tomava água, comia frutas e barrinhas de proteína.

Dois juízes do RankBrasil, sistema de homologação de recordes brasileiros, estiveram no local para registrar oficialmente o feito, concluído às 00h00. Após a comemoração, Anderson precisou ir até o hospital, tomar soro para se reidratar.

Família é encontrada morta junto a destroços de avião, diz FAB

Instagram testa colocar fotos curtidas por amigos em seu feed