EUA aprovam regra que acaba com a neutralidade da rede de internet – Entenda!

0
65
Foto: Flickr/ Reprodução

Agora provedores poderão criar pacotes que limitam ou oferecem acesso a sites  específicos

A Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC) aprovou nesta quinta-feira (14/12) uma nova norma sobre a internet que acaba com o conceito de “neutralidade da rede” no país, uma medida garantida por uma regulação feita em 2015.

A maioria no órgão regulador votou a favor da regra que decreta o fim do princípio de “neutralidade da rede”, que protegia a internet como um serviço de utilidade pública. A decisão foi tomada por três votos favoráveis e dois contrários. Dessa forma, a FCC revogará a regulação defendida pelo então presidente dos EUA, Barack Obama, em 2014, medida que só foi aprovada no ano seguinte.

Na prática, a norma de 2015 garantia que não houvesse prioridade na transmissão de dados de um site em detrimento a outro. Em outras palavras, isso impedia que os provedores de internet pudessem bloquear ou desacelerar o tráfego em sites determinados.

Quem defende a queda da neutralidade, diz que a longo haveria benefícios aos consumidores, pois a acreditam que tornando a regulamentação mais leve, os provedores poderiam investir mais em melhorias no serviço. Os críticos afirmam que, na prática, quando a nova regulação começar a ser aplicada, os provedores de internet poderão decidir quais sites serão bloqueados ou terão acesso mais lento, inclusive os de veículos de imprensa ou de divulgação de vídeo. Isso significa também que, por exemplo, nada impediria os provedores de criar pacotes com preços diferentes, para oferecer acesso a determinado site, criando algo semelhante ao que ocorre com os provedores de Tv a cabo, em que há diversos pacotes e dependendo dos canais que você deseja, pode ter que pagar mais caro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui