7 Erros financeiros para não cometer mais em 2018

0
160
Foto: Flickr

Passou aperto em 2017? Confira dicas para evitar problemas no próximo ano

Se você  sofreu com dívidas em 2017 e não quer passar pelo mesmo problema em 2018, é importante mudar certos comportamentos. Mesmo as pequenas atitudes cotidianas, que parecem não ter efeito no orçamento, podem impactar nas contas e trazer preocupações e apertos desnecessários. Listamos 7 erros comuns que você deve evitar no ano que vem:

1. Comprometer o salário antes de receber

Sabe aquele ditado: “não conte com o ovo dentro da galinha”? Pois é, está corretíssimo.  Para evitar dívidas e atrasos nas contas, é preciso ter foco. Pague primeiro as despesas fixas e só depois pense no que vai fazer com o que sobrou.

2. Comprar à prazo

Apesar de parecer uma ideia tentadora, o parcelamento de compras não diminui o preço total pago. O que acontece na maioria dos casos é justamente o contrário: o cliente acaba pagando mais, por conta dos juros. A menos em casos muito necessários, evite este tipo de compra. Prefira juntar dinheiro e comprar a vista, assim você foge dos juros e ainda pode pedir um desconto.

3. Gastar mais do que ganha

Chegar ao fim do mês sem dinheiro é um bom indício de que você não está cuidado direito da sua vida financeira e pode acabar tendo problemas no futuro. Muitas vezes, ao realizar compras e pagamentos, você acaba não percebendo o quanto gasta. Para evitar esse problema, coloque tudo no papel (ou em uma planilha no computador). Faça um orçamento e indique os valores que ganhou e o que gastou. Isso ajuda a saber para onde o dinheiro está indo e como você pode cortar gastos.

4. Vício em promoções

Promoções são sempre bem-vindas, mas se você não está precisando do produto, ele se torna um gasto, não uma economia. Faça uma boa reflexão sobre a necessidade daquela compra antes de ir para o caixa.

5. Não controlar os gastos

É impossível lembrar todos os gastos de cabeça. Por isso, vale a pena fazer um registro de onde você está gastando seu dinheiro para identificar onde dá para economizar. Não observar seus gastos, fará com que você se perca nas contas.

6. Não estabelecer prioridades

É raro ter dinheiro para fazer absolutamente tudo que queremos. Por isso, defina um objetivo claro e realista para direcionar suas economias. Estabeleça prioridades em uma lista e seus gastos estimados. Isso vai ajudar na hora de economizar e evitar gastos inúteis.

7. Não pensar no futuro

Não ter uma reserva é muito ruim caso algum imprevisto aconteça. Por isso, estruture sua vida financeiramente pensando no futuro. O ideal é contar com uma “reserva” que pode ajudar você a se manter por algum tempo ou até servir, por exemplo, como entrada para a casa ou carro dos seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui