in

Manifestantes pró-Lula protestam em frente à sede da Rede Globo

Foto: Divulgação

Grupo protesta em frente a sede da emissora, no Rio de Janeiro

Movimentos sociais ocupam a frente da sede da Rede Globo no Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (22/01) no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio de Janeiro. O objetivo da ação é criticar a cobertura do grupo de mídia das acusações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Levante Popular da Juventude afirmou que cerca de 150 pessoas estão acampadas no prédio da emissora na Rua Jardim Botânico.  O recurso de Lula contra a condenação a nove anos e meio de prisão, determinada pelo juiz federal Sérgio Moro no caso do tríplex do Guarujá, será julgado nesta quarta-feira (24/01) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.

“O judiciário do Moro não conseguiria sozinho condenar o Lula. Já tentaram várias manobras, mas o que sustenta a República de Curitiba e as inconstitucionalidades do processo é a Globo, que tem se empenhado para atacar Lula para que ele não concorra às eleições em 2018”, afirma Luma Vitório, integrante do Levante.

 

O Outro Lado do Paraíso – Resumo da semana: Duda revela a Clara que é sua mãe

Deus Salve o Rei – Resumo da semana: Amália diz que não pode se casar com Afonso