in ,

Em O Outro Lado do Paraíso, Nádia ofende Raquel e Bruno a expulsa de hospital – “Preta e paraplégica, não dá”

Reprodução/ Rede Globo

“Preta e paraplégica?”, diz a racista sobre a nora antes de ser colocada para fora do quarto

Nádia (Eliane Giardini) vai tirar Bruno (Caio Paduan) do sério na novela “O Outro Lado do Paraíso” ao ofender Raquel (Erika Januza) no hospital. Visitando a juíza, vítima de um atropelamento armado feito por Rato (Cesar Ferrario) a mando de Sophia (Marieta Severo), a mulher de Gustavo (Luis Melo) acredita ser um bom momento para convencer o filho a terminar o namoro, mas acaba expulsa do local pelo delegado.

Nádia surpreende Bruno ao aparecer no hospital

Nádia resolve ir ao local consolar Bruno, levar itens de higiene para ele e, claro, também para ver de perto o estado de saúde da magistrada:

“Meu filho, está com uma nhaca. Nesse hospital não tem chuveiro?”, critica a dona do salão. “Fiquei sem cabeça. Só pensava na Raquel. Valeu por trazer minhas roupas, mãe. Nem imaginei que viria pessoalmente”, diz o jovem.

“Preta e paraplégica, não dá”

Na tentativa de estragar o relacionamento do primogênito, Nádia pergunta como Raquel está e Bruno revela que ela pode ficar sem andar. “É esperar. Ela pode perder o movimento das pernas”, lamenta o delegado.

A mãe, então, decide ser franca com o filho e afirma que ele precisa terminar com a juíza. “Que tragédia. Sinto tanto por você, meu filho. Imagino que, devido a tudo isso, terá que esquecer esse grande amor”, dissimula ela, deixando Bruno confuso. “Preta e paraplégica? Não dá”, acrescenta a racista.

Bruno expulsa a mãe: “Devia te prender!”

Ao ouvir as ofensas de Nádia contra sua namorada, o delegado fica furioso e afirma faltar pouco para dar voz de prisão para a mãe.

“Numa unica frase cê conseguiu ser racista e preconceituosa com deficiente físico. Eu devia te prender. Sai daqui agora, mãe. Sai!”, grita.

“O que eu disse demais? Fui realista”, insiste a mulher, e Bruno grita mais uma vez para ela se retirar do hospital. “Filho ingrato! Filho ingrato!”, se queixa Nádia.

Juiz proíbe Lula de deixar o país e determina apreensão do passaporte

Mário Gomes retorna à Globo, mas continuará vendendo sanduíches