in

Rodrigo Faro e Record devem pagar R$ 137 mil por arrancar dentes de participante

Rede Record/ Reprodução

Juiz afirma que homem foi submetido “à tortura física e emocional”

Rodrigo Faro e a Rede Record foram condenados a pagar R$ 137.870 por extrair 12 dentes desnecessariamente de um participante do quadro “Arruma meu Marido”, exibido dentro do programa do apresentador, em 2011. Ainda cabe recurso da decisão.

A pedido da esposa, Walmor Ferreira se inscreveu no início de 2011 para participar do quadro. Após ser escolhido, afirmou que seguiu as determinações do programa, como deixar de fazer a barba e cortar o cabelo, por um período de 9 meses, de março a dezembro.

Morador de Cuiabá, Ferreira afirma que viajou para São Paulo no dia 5 de dezembro para dar início aos procedimentos estéticos para a gravação do quadro. Entre eles, tratamento dermatológico e dentário, limpeza de pele, aplicação de botox, corte de cabelo, barbas e unhas.

12 dentes arrancados em 2 dias

Ele conta que arrancaram os 12 dentes no período de dois dias e que sentiu muita dor. Por esta razão, se negou a participar do programa porque ainda “sofria com as fortes dores, bem como pelo fato de ter se sentido enganado e humilhado pela emissora”.

Ferreira diz que foi coagido pela produção a participar do programa, pois não poderiam alterar a grade de programação. Ele afirmou que tinha esperança de que ganharia um tratamento dentário. Durante quatro meses, Ferreira diz ter se alimentando de líquidos e que a produção do programa enviou apenas uma prótese dentária móvel por Sedex, mas que não pôde usá-la porque sua gengiva havia sido “mutilada pela dentista do programa”.

“Tortura”

Em sua decisão, o juiz Yale Sabo Mendes, da 7ª Vara Cível de Cuiabá, afirmou que a Record e o apresentador Rodrigo Faro devem reparar os danos sofridos e custear todas as despesas relativas ao tratamento odontológico para sua reabilitação bucal.

“Sua irresignação refere-se ao procedimento adotado pela clínica odontológica, parceira do programa, que ao invés de realizar o tratamento dentário, optou por extrair 12 dentes no período de 2 dias, fato que lhe ocasionou tanta dor, que não havia anestésico capaz de aplacá-la, bem como aumentou os problemas já existentes”, disse o magistrado.

De acordo com Mendes, a emissora e o apresentador deverão pagar R$ 57,4 mil para arcar com as despesas da reabilitação bucal, R$ 50 mil por dano moral, R$ 30 mil por dano estético e R$ 470 por dano material. Eles também deverão pagar 20% do valor da condenação equivalente às despesas advocatícias.

O juiz afirma ainda que Walmor Ferreira foi “submetido à tortura física e emocional, o que não é possível admitir e considerar normal”. Mendes diz que o laudo pericial comprovou que a “extração dos 12 dentes não era necessária para o tratamento definitivo e que o prazo de dois dias não é recomendado para esse procedimento, pois não é seguro”.

A Record e o apresentador Rodrigo Faro também foram proibidos de reprisar o programa no qual Ferreira participou em todas as suas afiliadas, quer em sinal aberto ou fechado. Procurados, eles não se pronunciaram sobre o caso.

Vítimas de chacina em Fortaleza são enterradas – “Uma dor que vai ficar por toda a eternidade”, diz mãe

Adolescente se mata após enviar mensagem por engano para namorado