in ,

9 Dicas para montar uma marmita saudável

Foto: Isidor Emanuel/Unsplash

Além de econômicas, as marmitas podem ser aliadas da vida saudável

Alimentar-se fora de casa não é missão das mais fáceis, principalmente quando queremos manter uma dieta mais saudável. Para isso, o uso das tradicionais marmitas torna-se indispensável. Outro ponto positivo em relação as marmitas, é a economia, já que preparar o alimento em casa é muito mais barato do que uma refeição em um restaurante. Confira as dicas:

1.Conservação 

É importante retirar a marmita do congelador 12 horas antes do momento da refeição e descer para a geladeira para preservar a refeição de possíveis bactérias. Jamais deixar a marmita descongelando em cima da pia, por exemplo;

2. Molhos

Prefira refeições com pouco molho, pois pode escorrer na marmita e se espalhar no restante da refeição. Se quiser molho, procure levar em um potinho separado.

3. Alimentos que não devem ser congelados

Se você congela sua refeição para aquecê-la na hora do almoço, evite colocar na marmita alimentos como queijo, ovo ou creme de leite, pois ao congelar estes alimentos podem sofrer alterações no sabor e na textura. Se quiser pratos com estes ingredientes, terá que prepará-los no mesmo dia.

4. Bolsa térmica

Se a marmita for ficar fora da geladeira, coloque-a dentro de uma bolsa térmica, para evitar que os alimentos estraguem.

5. Congelando vegetais

Para congelar vegetais (brócolis, couve-flor, cenoura) use a técnica do branqueamento, em que você lava bem os vegetais, corta em cubos ou rodelas, mergulha em uma panela com água já fervente e, após a fervura, joga ineditamente em recipiente com água gelada por dois a seis minutos. Esta técnica ajuda a manter qualidade dos nutrientes dos vegetais por muito mais tempo.

6. Planeje

Na hora de preparar a sua sequência de marmitas, planeje primeiramente que dia você estará disponível para cozinhar, depois defina o número de refeições necessárias. Em seguida, faça uma “lista de desejos” do que gostaria de comer na semana. Aí você coloca no papel a composição destes dias. O ideal para não se perder e não cozinhar demais (ou faltar comida) é sempre colocar no papel.

7. Equilíbrio

Procure sempre combinar uma porção de proteína (carne, peixe, frango, quinoa, grão de bico) com uma porção de carboidratos (arroz, milho, cuscuz, batatas, inhame) e com uma porção de salada fresca.

8. Super salada

Você pode fazer saladas elaboradas e comê-las em um pote, de forma gelada sem precisar aquecer. Para isto sempre comece com um molho no fundo do pote, na próxima camada coloque os vegetais (cenoura, cebola, tomate). Na próxima camada coloque as folhas (elas devem estar secas) picadas no tamanho que preferir. Por fim coloque a proteína picadinha. Na hora de comer basta sacudir o seu pote para o molho espalhar;

9. Plástico

Não guarde suas marmitas quentes em recipientes de plástico. O plástico contém substâncias tóxicas como o Bisfenol-A que pode prejudicar a saúde. Sendo assim use plástico apenas para preparações frias. Para o alimento quente, o ideal é procurar por vasilhas onde indica “sem BPA” ou vasilhas de vidro.

Com esclerose múltipla, atriz Ana Beatriz Nogueira fala sobre preconceito : “Não estou doente, tenho uma doença”

Jaqueline fala sobre Ana Clara no BBB18: “Não bato de frente com ela porque ela é criança”