in

Em Deus Salve o Rei, Catarina leva tomatada ao ser apresentada como nova rainha

Povo ver Catarina como inimiga

Rede Globo/ Divulgação

Povo não aceita bem a traca de rainhas

Catarina (Bruna Marquezine) vai ter que enfrentar a revolta do povo de Montemor nos próximos capítulos da novela “Deus Salve o Rei” ao ser anunciada por Rodolfo (Johnny Massaro) como sua nova mulher. Ao levar uma tomatada, a vilã deixa a comitiva e passa a planejar uma forma de conquistar seus futuros súditos. Enquanto isso, o rei é vaiado.

Tudo isso acontece depois que o monarca arma para Lucrécia (Tatá Werneck), sua mulher, ser flagrada nua com Orlando (Daniel Warren) e, assim, receber a acusação de traição. A sequência está prevista para ir ao ar dia 20 na trama das 19h da Rede Globo.

“Povo ver Catarina como inimiga”

Tão logo seu plano dá certo, Rodolfo avisa seus conselheiros que planeja se tornar marido de Catarina. “Senhores, eu e Catarina de Lurton, sob a bênção de nossos antepassados e de Deus, iremos nos casar!”, comunica.

Revoltado, Cássio (Caio Blat) alerta o soberano de Montemor dos perigos que a união pode causar. “Lamento se aborreço vossa majestade. Porém, a princesa Catarina… O povo a vê como uma inimiga do reino. Ela cortou a água de Montemor, majestade! Houve uma guerra por causa dela”, diz o comandante do exército.

“É o momento certo?”, questiona Catarina

O irmão de Afonso (Romulo Estrela) minimiza a situação. “Tolice, Cássio… Não há o menor risco de isto acontecer. E sabe por quê? O povo me ama! Tenho certeza que respeitará minha escolha”, afirma.

Disposto a provar que está com a razão, Rodolfo marca um cortejo a cavalo para confirmar a popularidade da vilã. Com receio, a filha de Augusto (Marco Nanini) questiona o amante: “Rodolfo, tem certeza que já é o momento certo para fazermos isto?”.

“Meu amor, o povo anseia por ver, de perto, sua futura rainha. Apenas evite ser tocada. Sempre se pode pegar alguma doença quando se chega muito perto do povo. Ah, e sorria para todos, isso é importante”, aconselha o monarca.

Catarina propõe abreviar o cortejo

Durante o cortejo, o ex-marido de Lucrécia rejeita a desaprovação do povo. “Não sei se percebeu, mas não há sequer uma pessoa saudando nossa passagem”, afirma a princesa. “Meu amor, se houvesse qualquer sinal de reprovação, a essa altura eles já estariam nos vaiando”, responde o rei logo no momento em que as vaias começam.

Preocupada, Catarina pede: “Não seria mais prudente abreviarmos o passeio? Voltemos logo ao castelo, Rodolfo”. O rei não cede ao pedido da amante. “Absolutamente. É preciso manter-se firme. A nossa confiança é que mostrará a todos que…”, diz sendo interrompido pela revolta do povo.

“Disse que era cedo para isso”

Nesse momento, um tomate atinge no ombro Catarina e a população debocha da jovem. Sem notar o que houve, Rodolfo diz, preocupado: “Você está sangrando, meu amor!”. “Não, é só um tomate!”, rebate, irritada. “Eu lhe disse que ainda era cedo para isso”, completa um pouco antes de disparar com seu cavalo e deixar o amante sozinho.

Tentando conquistar a população a vilã tenta ser mais doce e passa a dar sopa aos pobres. Ao mesmo tempo, se alia a Virgílio (Ricardo Pereira) e ele começa a lhe explicar como o povo reage aos seus atos de caridade.

Fonte: Purepeople

No BBB18, Gleici não gosta de ver Paula sentada no colo de Wagner: “Levanta daí, menina!”

Aprenda a fazer penteados fáceis e super rápidos